Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Utopia

19.09.15, S.C.Jesus

  29/04/2013

 Querido Pessoa:

   Como é vago e abranjente o universo! Há dias que minha alma vive num completo desassosego, noutros irradia de luz . Vejo as estrelas como anjos protectores que irradiam meus passos, tu és o meu mais íntimo confessor. Quando escrevo-te estas palavras, acredito que tudo o que faço faz sentido e o absurdo passa a ter razão de ser.

Repnugo pessoas que acham que conhecem meu ser. Pessoas humilhantes, que por tanto tepo desabrucharam minha alma. Mas, tu não Pessoa. És a força que me faz continuar, á lutar pelo meu sonho. Um dia serei alguém, a minha alma brilhará como uma estrela. As minhas palavras parecerão cinzas do acaso, comanderão multidões á conquista de si mesma.

    Soa vago, uma verdadeira utopia! Querer reconstruir o mundo com meras  palavras, um mundo já desgastado de tanto ouvir. Mas foram as palavras que formaram o Homem, e delas partiram para a civilização. Pois cada Homem tem uma missão á cumprir.

Da tua eterna desconhecida,

Sara Jesus 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.