Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Minha bela Inês

07.09.15, S.C.Jesus

 

Minha bela Inês;
Contigo sonhei;
No amor que te une a Pedro;
Que nunca te fez esquecer.

Pedro foi o teu grande amor;
A quem amaste com tamanha dor;
Lágrimas molhadas caíram;
Quando morte fizeste o abandonar.

Pedro por ti honrou-te;
Bebia do teu corpo o amor que nele havia;
Sem nunca deixar de amar-te;
Mesmo quando já não existias.

Galegas eras tu;
Ruça é o que te chamavam;
As más línguas;
Que no mundo havia.

Pedro te amou;
De mais ninguém gostou;
Por ti chorou;
E esperou encontrar-te no infinito.

Amor desonrado;
Era o que consideravam teu amor;
Mas tamanho amor nunca existiu;
Nem naqueles que o sentiram.

Pecaste por amor;
E por isso te condenaram;
Mas teu coração foi ouvido;
E teu amor não foi esquecido.

Bela Inês;
Tu que amaste;
E viveste por amor;
No final a vida feste sofrer.

Inês, minha bela donzela;
Leva-me para junto de ti;
Para poder observar tamanho amor;
E esperar um dia o sentir.
Sara Jesus

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.