Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog pretendo demonstrar alguns dos livros mais entusiasmantes que leio, assim como séries e filmes.

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog pretendo demonstrar alguns dos livros mais entusiasmantes que leio, assim como séries e filmes.

Livros de escritoras portuguesas

28.08.22, S.C.Jesus

         

   Muitos afirmam que Portugal não tem produzido novos escritores. Que os livros que se publica nos dias de hoje não tem valor. Vivem ainda muito agarrados a passado elogiando as obras de Eça de Queirós ou a poesia de Camões. E esquecem-se de estarem atentos aos novos talentos.

Camões e Eça de Queirós, assim como o meu querido Pessoa e o grande Saramago sempre terão lugar. Eu admiro muito as suas obras, mas acho que não podemos ficar eternamente agarrados ao passado. Também precisamos de ler os novos escritores, dar oportunidade aos novos talentos de brilharem um pouco. Pois nem todos sentem-se confortáveis de ler os grandes nomes, e lendo outro escritor com uma linguagem mais acessivel pode fazer determinados leitores a querer ler mais em português. 

Apesar de ler muito na lingua inglesa, e de ser confortado todos os dias com livros estrangeiros, tento ler pelo menos um livro de um autor português. Para mim é fundamental estar a par do que se publica na atualidade em Portugal, e quais são os livros recentes que me cativam.

  Já li 13 livros de autores portugueses até o momento. Corresponde um número minimo em comparação aos livros estrangeiros, uma vez que já li mais de cem livros. Mas como se diz o que interessa é a qualidade e não a quantidade. E desses 13 livros apenas dois não me preenderam. Irei destacar os dois livros mais recentes, que possuem enredos cativantes.

Maria Issac já é uma escritora que conhecia através do livro "Onde cantam os grilos"(se encontra na minha lista de livros favoritos do ano passado), e voltou-me a encantar com este "O que dizer das flores". Os seus romances são sempre passados num ambiente rural, nos levando de volta as nossas origens portuguesas do século XIX. Catalina, tal como Formiga, encantou-me pela sua curiosidade e vontade de descobrir os segredos de Mont-o-Ver. E os finais são sempre supreendentes, meio melancolicos e com gostinho de quer mais. Estarei ansiosa para ler o seu próximo livro... 

Marlene Ferraz descobri este ano através de algumas publicações de booktamgs portugueses, e tornou-se num dos meus livros favoritos deste ano. "As falsas memórias de Manoel Luz" é um livro para os apaixonados por flores, borboletas e livros. A história de um rapaz divido no seu amor pelo pai florido e sua admiração pelo editor Prudente.Esta também é a história da rapariga estrangeira, da filha com nome de flor bravia e do rapaz louco escritor de biografias. Uma homenagem a nossa maravilhosa língua portuguesa, e a nosso poeta multiplicado Fernando Pessoa. Fiquei curiosa em ler os outos livros que já tem publicado. O que me chamou mais atenção foi "A vida inútil de José Homem". 

    Pretendo este ano ainda ler mais autores portugueses, como faço parte da comunidade do Bookgang estou pensando ler este ano os livros de Susana Amaro e Helena Magalhães. Se os seus livros me cativarem faço uma segunda parte desta opinião, obordando os livros dessas escritoras e os motivos pelo quais acho que devem le-las. 

Tentem ler mais na nossa lingua, não tem de ser necessariamente as escritoras que indiquei. O mercado literário português possui muitos escritores de qualidade, tenho a certeza que encontraram algum do vosso agrado.

Desejo-vos um bom domigo, e boas leituras!