Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Filmes assistidos no Verão

12.10.19, S.C.Jesus

   Eu sei que já estamos em Setembro , mas o tempo ainda não arrefeceu muito e só agora tenho tempo para vos partilhar alguns filmes recentes que assisti:

    Já por ter estas duas belissimas atrizes actuando junto é maravilhoso. Tenho acompanhado o trabalho mais de Sairose e acho que ela merce um Óscar. Tantas intrepretações fantantásticas que já fez, e não recebeu. Esta foi mais uma delas. Pois o filme é mais focado na rainha Mary de Escócia do que a Goloriosa Elisabett I. 

Foi nomeado aos "Óscares" juntamente com o filme histórico " A favorita". Mas "A favorita" foi a vencedora. Tenho de admitir já vi também " A favorita" mas não gostei tanto como este. Por possuir um ambiente obcuro. Gostei das intrepretações de todas as as personagens inclunindo a Rachel Wesit e Emma Stone. Mas não me agradou o roteiro em si.

Neste filme é retratado o relacionamento das duas rainhas, que são primas e nunca se viram. O reinado de ElisabettI ficou mercado pel idade dourada. A rainha Mary, monarca do reino de Escócia luta para ter a sua independencia. Ao contrário da sua prima, que ficou conhecido como " A rainha Virgem", a rainha casa com Lord Darnley do qual tem o futuro herdeiro principe James que herdará os dois reinos ( Inglaterra e Escócia)

Na minha opinião a história de amor deles é uma das mais bonitas, depois da rainha Vitória e o príncipe Albert.

Para quem tem conhecimento da história sabe que a rainha Mary é decapitada, acusada de traição e antes disso perde o seu amado marido. 

O filme demonstra uma cena fictícia, o encontro das duas rainnhas ( é um dos momentos mais marcantes), mas na realidade elas estiveram sempre separados. E nem mesmo na cena da capitação Elisabett está presente. 

Um dos melhores filmes históricos ( retirando essa cena) que assisti ultimamente.

 

Mais um filme que tem Margot Robbie como protagonista. Fiquei muito interessada desde que vi o trailer deste filme, pois Brad Pitt e Leonardo Dicaprio nunca fizeram nenhum filme juntos. Pensei que seria fonumenal! Mas desiludi-me um pouco com a personagem de Leonardo Dicaprio...

O roteiro pretede narrar as origens do universo de Hollywood. É um filme dirigido por Queen Tarantino, para além de realizar também participa na pelicula.

Com um elenco repleto de figuras famosas previa-se um exito ( e pode ter sido, esta é apenas uma opinião minha). Mas para mim falta alguma coisa para ficar supreendida. São muitas histórias. Que chego ao meio do filme e não sei onde me situar.

Sadie foi a personagem que mais me supreendeu. Pela sua inocencia e o seu gosto pela leitura. Também gostei do papel de Margot Robbie demonstra aquela estrela em ascensão sem deixar-se levar pelos vícios. Já Rick Dalton ( Leonardo, e um dos protagonistas) é dos actores mais conceituados para fazer filmes de cobowys e se deixa levar pelos vícios. Acabando por cometer um crime por acidente.

Por outro lado Cliff ( o duplo de Dalton, Brad Pitt) representa uma figura solitária com a companhia de um cão e um homem velho. 

Termina num mistério, em que Dalton entra na casa de uns vizinhos e não sabemos o que irá acontecer.

Segundo a minha análise, as personagens secundárias são mais interessantes e as imagens a preto e branco nos remetem para os primeiros filmes do Oeste a serem realizados. Prefiro ver os actores Brad Pitt e Leonardo Dicaprio separados, acho que fazem mais sucesso.

Para concluir, penso que se trata daqueles filmes que não adoramos mas também não odiamos.

O próximo encontra-se catalogado na categoria de comédia musical. Adoro Rebel Wilson como actriz de comédia, a admiro desde da triologia de filmes "Pich Perfect" daqual o actor Ben Plat também se inclui. 

Para não ver apenas dramas, decidi asistir este que é uma especie de paródia as comédias romanticas. Ao longo do filme vemos aparecer filmes antigos como " Pretty Womam", " Quatro casamentos e um funeral"  ou " Nothing Hill" ( filmes que a maioria já deve ter visto na tv). 

A história do filme retrata uma mulher que não acredita no amor. É arquitecta, bastante inteligente mas não é considerada nenhuma beldade. Pela sua postura desleixada Natalie  e por estar disposta a ser "criada" de todos os colegas, ela não consegue subir na sua carreira. 

Natalie tem uma mente realista e não se deixa influenciar pela amiga qua adora esses filmes romanticos. Apenas seu amigo Josh, que secretamente é apaixonado por ela, consegue entende-la um pouco.

Quando numa noite ela é assaltada e bate num poste, sua vida muda completamente. Ela acorda num mundo que ela não conhece. Não deixa de ser Nova Iorque. Mas já não cheira mal, cheira a lojas de flores e doces. 

A primeira pessoa que ela encontra é o seu colega administrativo, e na outra versão do seu mundo nunca tinha reparado nela. Mas nessa mundo alternativo ele parece estar apaixonado por ela. E ela pensa ter a obrigação de apaixonar-se por ele, para assim sair daquela realidade. 

Mas entretanto seu amigo apaixona-se por uma bela modelo, e a protagonista entende que não será sufeciente apaixonar-se pelo o outro para sair daquele lugar destável para ela. Por entender estar apaixonado por Josh. O que faltava de facto nela, não era encontrar um amor, mas sim amar-se a si mesma.

Quando volta, a Natalie tem confiança e é capaz de agradar a todos. O filme termina como uma bonita música de amor, cantada por todo o elenco. Recomendo este filme, não apenas por ser leve mas por ter uma trilha sonora maravilhosa.

Foi um filme que me emocionou, pois tal como a portagonista tinha problemas de auto estima e uma das músicas do filme é " A thousand miles" ( uma das canções mais marcantes da minha criancice)

 

Assisti muitos mais filmes como remakes da Disney: O rei Leão, Dumbo, Christopher Robbie, Aladdin e duas adaptações de livros.

As adaptações de livros farei ainda, talvez para Dezembro ou Janeiro, uma analise detalhada entre as diferenças e semelhanças entre o livro e o filme.

Espero que tenham gostado das minhas escolhas.

Um bom fim de semana, e se poderem asistem um bom filme!