Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog pretendo demonstrar alguns dos livros mais entusiasmantes que leio, assim como séries e filmes.

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog pretendo demonstrar alguns dos livros mais entusiasmantes que leio, assim como séries e filmes.

Livros vs séries: Pachinko e Heartstopper

01.05.22, S.C.Jesus

      Cada vez mais têm sido adaptados diversos livros que exploram a diversidade tanto a nível cultural quanto a orientação sexual. E como desde da pandemia as pessoas preferem ficar em casa a assistir boas histórias, estes livros tem sido adaptados em séries nas diversas plataformas digitais.

As duas adaptações que vos trago hoje são duas séries quem tem feito um imenso sucesso desde a sua estreia, e têm sido muito elogiadas pela crítica. Mas enquanto uma, Pachinko, trata-se de um drama de uma família coreano construído num ambiente que nos emociona e nos leva a reflectir sobre a Historia. A outra série, Heartstopper, é destinada a um público mais jovem, apesar de todas as gerações encontrarem conforto na jornada de Nick e Charlie, com uma carga mais leve e ambientado numa escola. Ambas são séries de 8 episódios.

transferir.jpg                                      transferir 2.jpg

 

 

   Pachinko entrega-nos emoção do início ao fim. Segue a jornada de Sunja e a sua família no Japão. Sunja, uma jovem sonhadora, é forçada a partir de casa para salvar sua honra. Através de inúmeros sacrifícios ela garantirá o futuro dos seus filhos e neto.

Este drama coreano segue duas linhas temporais. É neste ponto que difere do livro. No mesmo episódio podemos observar uma Sunja jovem e uma Sunja idosa. Tal recurso serve para compreendermos as suas escolhas, e como alguns dos seus erros transformaram a vida dos seus familiares.

1074491.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg

Para além de Sunja, Solomon é outra personagem fulcral para entendermos esta narrativa. Ele representa o futuro. Aquele que sonha alcançar o sucesso, e provar aos japoneses do mérito dos coreanos.

images.jpg             photo1476614.jpg

A série homenageia as mulheres coreanas, que precisaram fugir do seu país para poderem sobreviver. Um dos episódios mais marcantes terá sido o que aborda a vida de Hansu, o pai de Noa, que observa escondido coreanos sendo queimados por japoneses. É nos aspectos históricos que de facto esta adaptação brilha, por demonstrar com realismo o preconceito sofrido dos coreanos pelos japoneses.

E para felicidade dos milhares de fãs a série foi renovada para uma segunda temporada, o que era possibilitar explorarem mais as personagens Noa e Hansu. Quem leu o livro sabe da reviravolta chocante que Noa terá. Também estou curiosa para assistir o reencontre de Hansu e Sunja, e se manterão fiel ao livro.

 

heartstopper.jpg                 

heartstopper 2.jpg

   Ao contrário de Pachinko, Heartstopper é uma série bastante amorosa que podem assistir sem correr o risco de verter muitas lágrimas. Acompanha dois jovens adolescentes e a sua descoberta do amor. Charlie é um jovem introvertido que de repente começa a desenvolver uma “crush”, por um rapaz que supostamente é heterossexual. Mas quanto mais tempo Charlie passa com Nick mais dúvidas tem sobre se de facto os seus sentimentos não poderão ser retribuídos.

Para além de explorar a homossexualidade na adolescência, Heartstopper também aborda o bullying, a transsexualidade na personagem de Elle (uma das minhas personagens preferidas) e relacionamentos tóxicos.

Quem leu às BDs pode ficar satisfeito pois fizeram uma adaptação muito fiel aos livros, destaco as cenas da neve e a cena final da praia como alguns dos melhores exemplos. E também souberam escolher o elenco prefeito para interpretar as personagens.

04 - Heartstopper 1x02 – Crush.jpg

heartstoper 3.jpg

A Netflix ainda não confirmou a segunda temporada, mas o mais certo é confirmarem em breve pois tem tido uma incrível recepção. Poderá a segunda temporada incidir sobre o terceiro volume? Se mantivera-se fiel podemos ter a série em Paris. Seria bastante interessante… Esperaremos para ver.

heartstopper 4.jpg

         A 13 de maio estreará outra série adaptada doutro livro que li e adorei. Trata-se de “A serpente de Essex”, e tal como o livro “Pachinko” foi um livro que já publiquei opinião no blog. Tentarei assistir e depois trazer-vos a opinião. Pelo trailer pareceu interessante, e demonstra focar-se na principal temática da obra que é o fanatismo religioso. Nos principais papéis teremos Tom Hiddleston e Claire Danes.

Também planeio trazer-vos uma opinião de livros portugueses, algo que tem faltado um pouco neste blog. A literatura portuguesa deve ser mais valorizada.

Até là bom fim de semana e boas leituras!