Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

" Não sejas um porquê"

por S.C.Jesus, em 17.04.17

   Antes de regressar as aulas queria partilhar-vos a minha opinião sobre a série do momento. Muitos de vos já devem ter lido muitas críticas sobre ela. Alguns devem já ter assistido. E alguns tem medo de assitir por envolver assuntos muito pesados.

Eu também tive receio no ínicio quando comecei a assistir. Como me parar para ver uma série sobre suícidio? Como pode alguém ver todas os 13 episódos sem ficar chocado? E sem se questionar se isso podia acontecer? Se seria eu ou uma amiga minha uma Hanna? 

 Resumidamente os " 13 porques" é um série da Netfix produzida pela Selena Gomez. Foi baseado num livro intitulado com o mesmo título escrito por Jay Asher. O livro foi depois adaptado numa peça de teatro escolar. Retrata temas como o sucídio, o bullying, as redes sociais, drogas, violação, entre outros. Por isso não é aconselhado a menores. Tem muitas cenas que podem sensibilizar e traumatizar os mais jovens.

  A história central é a de Hanna. Uma rapariga, aparetemente normal e igual as outras, mas ela esconde vários segredos. O primeiro é que ela está morta e o segundo é que há treze razões que contribuiram para a sua morte. Para isso ela deixa um conjunto de cacetes que explicam o que levou a tomar essa decisão. 

Há dois lados de cada história. E várias verdades. Ninguém gosta de ouvir a verdadeira verdade. E ao longo da série, os que são acusados justifica-se afirmado que Hanna está mentindo. Todos eles podiam a ter ajudado mais não fizeram. Alguns não se importaram, outros ignorados e outros não foram fortes o sufecientes.

  " Não sejas um porquê". Se preceberes que um amigo teu está passando por uma depressão, está se ferindo a si próprio ou mesmo se pretende acabar com a sua própria vida ajuda-o. Não vivas para te arrepender por aquilo que não fizeste.

A série descreve perfeitamente o secundário. Quem já não se sentiu de parte? Que os amigos que tinha não eram verdadeiros? Talvez sentiu-se usado... Por ser bom aluno ou bom atleta as pessoas se aproximavam de si. Muitos de nós já fomos vítimas de bullying. Mas poucos tem medo de admitir ou não se sentem confortáveis. Porque é que os jovens gostam tanto de ferir-se uns aos outros? Não podiamos viver todos unidos ? Não seria melhor ajudar-nos uns outros? Nem quem fica a ganhar ... São as atitudes que contam. E por vezes uma simples palavra amiga faz toda a diferença.

Todos deviam ter um amigo com Tony. Leal, sincero e sempre disposto a proteger os outros. Por mais que Clay o afaste, Tony nunca o abandona e o apoia até ao fim. Ele sabe a importancia que Hanna que tinha na sua vida. E encontra-se disponível para ajudá-lo em todo o que ele precisar.

Alguns críticos não recomendam que assitem essa série. Pensam que pode contribuir para o suícidio. Contudo eu penso o contrário. Esta série ajudará muitos jovens haver que o suícidio não é solução. Há muito tempo para viver a vida. E muitas pessoas podem ajudar para evitar tais situações. 

Parece que vai haver uma segunda temporada. Ficarei aguardando. Pois termina de um modo muito aberta. Não compreendemos se as fitas serão divulgadas ou não.

Voltarei em junho. Até lá desejo-vos as maiores das felicidades. E que aproveitem a vida ao máximo.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos