Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Before sunrise vs Before we go (recriar)

por S.C.Jesus, em 25.01.18

       

 

   Em primeiro lugar queria desculpar-me pela minha longa pausa. Eu não desisti do meu blog. Este é um projecto muito especial para mim, e não irei abandoná-lo. Apenas não tem sobrado muito tempo para dedicar-me a ele. A universidade não é fácil... E digamos que está a ser um pouco mais complicado do que pensei.

Bem... A opinião de hoje não será uma reflexão sobre os motivos de me ter afastado. Hoje abordarei a temática de recriar no cinema. A intertextualidade é um dos mecanismos mais usados na publicidade, nas obras de arte e até no cinema.

   Os exemplos que estão expostos no início deste post comprovam esta teoria, de que a intertextualidade premute recriar uma obra nova a partir de outra. " Before sunrise" é um filme dirigido por Richard Linklater que conta a história de Celine e Jesse, uma  jovem francesa e um rapaz americano que se conhecem num comboio e decidem passar um dia juntos em Viena. Enquanto que, "Before we go" narra a história do músico Nick que decide ajudar Brooke a voltar para casa, uma ver que ela havia sido assaltada e perdido o último comboio para Boston. 

 

" Before sunrise" é um filme de 1995 que depois dá origem a triologia Before. As suas continuações não são tão profundas e belas como o primeiro filme. Eu preferia ter ficado pelo primeiro. Imaginado o eterno reencontro. O primeiro filme é um jornada de dois jovens, que procuram viver seus sonhos e encontrar um amor que os realize. É um filme que resulta de várias conversas filosóficas. Nos outros dois precebemos alguns defeitos de Jesse, e não temos a mesma sensação mágica do primeiro amor. 

 

" Before we go" é um filme de 2015 dirigido por Chris Evans ( que também protagoniza o filme) abordando relações falhadas e recomenços. É uma narrativa que nos dá esperança e nos leva a reflectir que sempre há uma nova saída. Não possui as mesmas conversas filosóficas sobre a vida como o filme em que se baseia. Mas é uma boa recriação. A intrepretação de Chris Evans e Alice Eve ( uma atriz desconhecida para mim) transforam um filme de comédia romantica em algo memorável. Se não existisse um "Before sunrise" seria este que premaneceria na minha memória como o filme sensível e profundo. 

 

A cena do telefone é o caso mais evidente desta recriação. No original Jesse e Celine fingem falar ao telefone para contar aos seus amigos o imopacto que tal encontro causou nas suas vidas. No filme de Chris Evans, o telefone serve para as personagens falarem com o seu "eu" passado dos acontecimentos presentes. 

 

Before sunrise, 1995

 

Before we go, 2015

 

 

Ambos os filmes nos transmitem uma boa energia e deixam um final em aberto. Gosto principlamente do final de "Before we go" por não ter continuação. Podemos imaginar um final alternativo, em que Brooke termina ou não ao lado de Nick. A magia de recriar algo é as emoções que premitem ao espectador evidenciar. Relembrado-nos da obra original no mesmo modo que desfrutamos de uma nova narrativa, mais leve e divertida.

 

Tentarei que a próxima opinião não demore tanto tempo. Ultimamente estou a tentar ver mais filmes, aproveitando a minha pausa do semestre. Talvez a próxima opinião seja sobre os filmes dos Óscares. Até lá um bom fim de semana!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos