Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Desabafos á Fernando Pessoa

Neste blog tratarei de falar-vos de poesia, nomeadamente de boa poesia. Espero que gostem...

Projecto " Diogo Piçarra em Pessoa" no Teatro Baltazar dias

por S.C.Jesus, em 30.05.17

 

      Hoje o blog " Desabafos a Fernando Pessoa" esteve no Teatro Baltazar Dias para assistir ao projecto de Diogo Piçarra que é uma reescrita de alguns poemas de Pessoa. Como fã condicional deste nosso génio não podia perder esta oportunidade.

Adoro as letras e a voz de Diogo Piçarra. Ele canta com o coração. As suas emoções são transmitidas na música. É uma artista que devia ser conhecido por todo o mundo. Mas não foi para promever a carriera deste artista que decidi fazer esta post . Mas só para ficar contextualizados Diogo Piçarra começou nos Idolos, depois estudou em Londres e agora tem dois albuns editados.

A conversa foi sobre poesia. Alguns alunos declamaram poemas. Apareceu uma artistas alemão que fez o seu número do carteiro. Aliás, ele declamou o poema " Todas as cartas de amor são ridículas" que é simplesmente um dos meus poemas preferidos. E ele declamou-o na perfeição!

Diogo também intrepretou dois poemas, o primeiro foi um de Ricardo Reis e o segundo foi a reescrita desse mesmo poema. Fiquei sobreendida. Eu sabia que ele era um cantor fenomenal. Só não esperava que também fosse poeta.

      Para concluir quero apenas frisar a simplicidade e a simpatia deste artista. Este projecto devia ser mais reconhecido. Pois inspira os alunos a escrever poesia e a seguir seus sonhos. Queria agradecer ao Diogo e a toda a sua equipa. E que venham outros projectos!

Cem anos de solidão

por S.C.Jesus, em 20.05.17

         Cem anos de Solidão é um dos maiores clássicos da literatura latino-americana. Encontra-se na lista dos 100 melhores livros do século. E ganhou o prémio Nobel em 1982. É um clássico que marcou e está marcando várias gerações. A sua história é intemporal. Podendo ser compreendida em qualquer língua. 

Este é o romance dos romances. O clássico dos clássicos da literatura espanhola. Ao par de D.Quixote é o que mais caracteriza os latinos. Um povo de sangue quente mas repleto de sentimento.
A escrita de Gracia Marquez não é fácil. Requer muita atenção e saber ler nas entrelinhas. Mas depois de apanhar o comboio, nos envolvemos completamente no seu ambiente mágico preenchido de personagens fascinantes.

Narra a história de uma família que viveu momentos de desespero e de muita paixão. Não é criativa para escolher o nome dos seus filhos, todos se chamam Aureliano, Amarante e Úrsula. Contudo se apaixonam e guerreiram uns contra os outros de forma violenta. Pode chocar as mentes mais sensíveis e confundir as mentes mais distraídas. Por isso vos aconselho a seguir esta árvore geonelogica :

Depois de conseguirem identificar as diferentes gerações garanto-vos que este livro ficará para sempre na vossa memória. É defícil se desapegar da escrita mágica de Gabriel Gracia Marques. As suas personagens e o seu ambiente nos viciam. 

Desejo para todos vos um bom fim de semana e umas boas leituras!

 

O grito de revolta de Paltiel

por S.C.Jesus, em 16.05.17

     Todo o que se refere a segunda guerra mundial me dá arrepios. Como pode um homem ser tão cruel? Como foi capaz de desimar uma raça inteira? Por se achar superior Hitler achou por bem castigar os seus inimigos. Considerava a raça ariana a melhor. E todas as outras mereciam ser punidas. 

Esta obra é apenas uma de muitas histórias que não foram contadas. Quantos poetas judeus não houveram! Temendo serem punidos, esqueceram seus versos e morreram na miséria. A história de Palitel é bela mas não é única. Outros judeus precisam de sair do anonimato.

       " O testamento de um poeta judeu assassinado" é um relato intimista de um poeta judeu que fuge do seu país (a Roménia) e se refugia na Rússia. Lá se integra no comunisma e passa acreditar nas suas ideologias. Esquece seu Deus, mas nunca desiste da busca do Messias. Que acaba por encontrar no professor David e na sua poesia. 

A maioria dos seus poemas são escritos na prisão. Tratam da miséria, de Deus e das injustiças. São um grito de revolta ao desespero e ao esquecimento. Grisha também tem um papel importante na história deste poeta, através dele o seu pai não será esquecido. Pois é lhe revelado por um amigo o testamento de Paltiel. 

        Elie Wiesel escreve este grande clássico contemporaneo para que todos nós pussamos conhecer a história deste homem. Que ele nunca mais seja esquecido. Ficara para sempre na minha memória. E quando morrer meus filhos conhecerão igualmente sua história. 

Eurovisão 2017

por S.C.Jesus, em 14.05.17

     Estas semanas tem sido uma loucura. No sábado dia 6 de Maio assisti a minha própria Benção das capas. Foi um dia incrível. Com a missa presidida pelo Bispo de Funchal e um coro magnífico. Também fiz o Corte das fitas. Outro momento para ficar na memória... Bem, a universidade deixará muitas saudades!

Neste sábado ouve duas grandes vitórias, com especial destaque para a segunda. A primeira foi a do Benfica, tornando-o tetracampeão. Mas essa já era uma vitória espera. Contudo a segunda foi supreendente. Portugal pela primeira vez ganhou o Festival da Canção.

       Eu desde muito do novo só fã da eurovisão, acompanhava todas as actuações de cada concorrente. Mas este ano teve um sabor especial. Descobri como funciona todo este universo através do blog Wiwibloggs. Da qual o principal apresentador adora a canção de Portugal.

Ontem quando me aprecebi que Portugal ganhou este mediático espátaculo, quase não acreditei. Eu sempre amei a música. Desde que ouvi pela primeira vez o Salvador cantar, eu sabia que estava perante uma música vencedora. No entanto, reconheço que a eurovisão deixa-se influenciar um pouco pela política e pensei que isso nos podia prejudicar. Mas pela primeira vez a Europa foi capaz de reconhecer uma voz e canção com qualidade. Portugal e Salvador estão de parabéns!

O livro das rosas

por S.C.Jesus, em 09.05.17

 

    Hoje trago-vos um post de divulgação. Encontrei este livro por acaso numa revista Litere-se. E de imediato fiquei rendida. Não só por os escritores escreverem no wattpad mas por este lindo título. Há nome mais bonito? Livro das rosas... A rosa é o símbolo da beleza, do amor, da amizade e de muitas outras qualidades. E eu como uma grande admiradora de rosas tinha que le-lo. 

O livro foi foi lançado pela própria revista sob selo indepente podem encontra-lo online na Amazon e no Wattpad. Ou se preferiem podem baixerem gratituitamente no site de Litere-se. Garanto que não vão se arrepender.

        É um  livro delicado que inclui pequenos contos, poemas e desenhos. Cada um aborda uma emoção. Mas em todos há o sentimento de esperança, de superação e de lutar pelos nossos sonhos. Recomendado para tardes chuvosas e solarengas.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos